quinta-feira, 3 de setembro de 2015

Central Fotovoltaica de Alcoutim



A Central Fotovoltaica de Alcoutim, cujo estudo de impacto ambiental está em consulta pública até amanhã 6ª feira, dia 4 de Setembro, prevê uma área total de implantação do projecto de mais de 1.300 ha e tem como meta produzir 200 MW. 

A Central da Amareleja (que é uma mega central) produz 30 MW, portanto falamos de algo com uma dimensão 6 vezes superior. 
O empreendimento, a realizar-se com esta dimensão, vai obrigar a enormes movimentações de terras, inviabilizar um troço da Via Algarviana, próximo de Vaqueiros - com todos os impactos em actividades de eco-turismo, pequenos empreendimentos de alojamento turístico e de restauração, destruir inúmeras manchas de floresta, a flora e fauna local e, em síntese, criar um imenso deserto.

Publicamos um documento de análise do estudo em questão, da autoria do  Engº Carlos Ludovico, escrito a 2 de Setembro de 2015, em Vaqueiros, onde poderá conhecer mais detalhadamente os brutais impactos ecológicos e sócio económicos que o projecto poderá ter.


Pode ver o Estudo de Impacto ambiental e expressar a sua opinião em:


O seu contributo é urgente e importante!
Participe e divulgue!




Sem comentários:

Enviar um comentário

Agradecemos o seu comentário!
A publicação ficará a aguardar moderação (esperamos que não mais que 1 ou 2 dias...)

Ocorreu um erro neste dispositivo