quinta-feira, 20 de maio de 2010

Biodiversidade: "Festival da Natureza" no Algarve observa aves, pirilampos e répteis

Observação de pirilampos, répteis, morcegos e visita a grutas e a moinhos de maré são algumas das actividades da primeira edição do "Festival da Natureza", evento que vai decorrer a partir de sábado, 22, pela primeira vez no Algarve.


"A primeira edição do Festival da Natureza surge no âmbito do Ano Internacional da Biodiversidade e arranca dia 22 de maio por ser no Dia Mundial da Biodiversidade", explicou à Lusa Patrícia Ramalho, da organização do evento, observando que a missão do festival é "sensibilizar as pessoas para a conservação dos valores naturais da região algarvia".

A primeira edição do Festival da Natureza propõe um total de 35 eventos, que vão decorrer em todos os concelhos do Algarve (16), e a sessão de abertura vai ser às 09:30 do dia 22, próximo sábado, no Pego do Inferno, em Tavira, onde vão decorrer durante a manhã actividades para o público infantil e adultos, nomeadamente observação de aves e répteis.

Ainda no Dia Mundial da Biodiveridade, mas durante a tarde, a associação ambientalista Almargem, que organiza o evento, propõe uma jornada técnica para debater o futuro sustentável do espaço natural do Pego do Inferno, que tem uma cascata com lagoa natural.

Conhecer o reino dos fungos através de uma palestra sobre os cogumelos que existem no Algarve e de uma degustação no dia 28 de maio, com entrada livre, no Centro de Artes e Ofícios de S. Brás de Alportel, é outra proposta do Festival da Natureza.

Saída de campo para observação de pirilampos em Monchique, saída de campo para observação de morcegos (Loulé) e de répteis (Faro), descobrir a biodiversidade que se esconde entre as rochas na maré vazia, capturar, identificar e marcar as aves do Barrocal algarvio no concelho de Loulé ou uma caminhada ao longo das margens do rio Arade para observação dos moinhos de maré, em Lagoa, são algumas das tentadoras propostas para celebrar a natureza.

O Festival da Natureza propõe também uma corrida fotográfica "O Homem e a Biodiversidade" para o concelho de Alcoutim e um passeio de barco às grutas da Ponta da Piedade com prática de mergulho, em Lagos.

No fim do festival, no dia 09 de junho, os participantes e amigos da natureza podem participar na festa de encerramento da primeira edição do evento, que vai decorrer na Sociedade Recreativa Artística Farense - Os Artistas, entre as 22:30 e as 02:00.

A maioria das iniciativas é gratuita, contudo, nos concelhos que não apoiaram a iniciativa e para garantir a segurança dos participantes, a Almargem observa que têm de ser pagas, mas são sempre valores simbólicos, que rondam os três a 12 euros.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Agradecemos o seu comentário!
A publicação ficará a aguardar moderação (esperamos que não mais que 1 ou 2 dias...)

Ocorreu um erro neste dispositivo